Tango en Argentina
Buscar
Info do Argentina
O Tango em Argentina
 
 
   História
   As Pessoas
   Cenário
    A Música
   A Dança
   As Cartas
   Lunfardo
   Gardel
   Alguns Tangos
   Academias
   Professores do Tango
   Onde Dançar
   Espetáculo do tango
 
 
 
 
   Campo de Golfe
   Pistas de Esquí
   Vinhos Argentinos
   Tursimo Campestre
   Trems Turísticos
   Predios Jesuiticos
   Parques Nacionales
 
   4 x 4
   Atividades Aereas
   Atividades Náuticas
   Cavalgadas
   Caminhadas 
   Caça
   Pesca
   Alpinismo
   Mountain Bike
   Parapente
   Rafting
   Sauna-Spa
   Trekking
 
   Capital Federal
   Buenos Aires
   Córdoba
   Santa Fé
   San Luis 
   Santiago del Estero
   Mendoza
   San Juan
   La Rioja
   Entre Ríos
   Corrientes
   Misiones
   Formosa
   Chaco
   Jujuy
   Salta
   Catamarca
   Tucumán
   La Pampa
   Chubut
   Neuquén
   Río Negro
   Santa Cruz
   Tierra del Fuego
 
A dança

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O tango uma dança apaixonada
 

O tango é a dança do pasion, do desejo, dos corpos cruzados. É um diálogo novo, a sedução fez movimento. é um exibicionista de dança, esteticamente bonito, e é aproximadamente sem medos o universo do lúdico.
Os toques de par de dança os sapatos dela entre carícias sensuais enquanto o espectador pasmo o voyeur ocasional, eterno, é fascinado e deslumbra com o ardor do romance tácito entre os dançarinos de troca.
O primeiro precursor de expressão do que seria então o tango era, para muitos, a incorporação nas danças do par conectado e característica de figuras coreográfica das danças do preto. A dança cruzou várias fases: a dança Crioula, o de sala de estar, o tango plano, o milonguero de estilo de meio-cheio dos anos quarenta, então o desaparecimento virtual e na atualidade um ressurgimento importante.
O tango como dança foi determinado pela conjunção de três elementos: um componente musical preto, o milonga e o havanês que assume uma lista catalítica. O camponês de dança espanhola contribuiu a melodia dela para a formação do milonga. O havanês, o ritmo . O tango preto, a dança. Então aquele milonga já transformado pelo triplo que influencia, passa para ser denominado tango por efeito do tango preto e do tango andaluz. Para que o tango andaluz contribui então ao tango novo no Buenos Aires, melodia e música.
Na origem, o tango começa a ser dançado em mergulhos e bordéis. Este ritmo novo associa de seu começo ao prostibulario de atmosfera, desde que eles eram só prostitutas e "garçonetes" as únicas mulheres presentes nas academias ou perigundines. Este enredo facilitou a descoberta; no prostíbulo era possível abraçar o par, aderir ao corpo ,: enfrente contra face, tórax contra tórax, engula contra estômago, coxa contra coxa, pulse contra pulso.
Porém, a dança em seus começos era uma criação individual: o compadrito demonstraram suas habilidades do canto para seus amigos ou a mulher que quiseram conquistar. E paradoxalmente, é um par de machos o primeiro que danças o tango em algum canto da cidade.
Em um princípio, era simplesmente mostrar a habilidade, de lustrar. Depois que o tango conquistar a mulher para a dança, ela não será o ingrediente fundamental. O objetivo final é a ostentação, o conhecimento para dançar sem preconcept, sem intenções escondidas. Recentemente quando chegar à vida noturna, para o cabaré, se torna, às vezes, em pretexto para o ulterioridad amoroso. Mas o tango como dança não foi limitado às espumas ou suas próximas atmosferas. Também estende aos bairros proletários e passagens para se tornar a felicidade de casamentos, aniversário e festas de todo o tipo.
Então concordou "nas melhores famílias". e de alguma maneira, pára para ser, um pequeno, o tango desafiador e faz feliz das origens, ficar sentimental, escapando raudamente dos pés do dançarino para se instalar as audições quase completamente.

 
Valsa
 
Valsa: de walsen, "dar voltas enquanto a pessoa dança". Nativo da Europa, chega ao la de de de Río do que Plata gostam que dança popular e fundamentalmente dançaram pelas famílias de imigrantes ao término de último XIX de século. Quando a Argentina pisa Crioulo que se torna, primeiro se torna o valsecito Crioulo e então em valsa de Buenos Aires. Também é emaranhado com o payadores na versão tornándose sentimental Crioulo e serenatero para o pé das sacadas e as janelas. Em um princípio manteve o ritmo primitivo e estrutura musical, embora então estava encharcado do espírito melodioso do tango, eu como por exemplo em "Romance de Barrio", ou "Caserón de Tejas"."
 
Milonga
 

Milonga: palavra de origem africana que significa bagunças, problema, fila, bagunças. Para extensão, era bom para designar para as casas de dança dos bairros periféricos e as mulheres que trabalharam neles. Coexistiu com o havanês, mas reinou em atmosferas sociais muito humildes. Por isso, chamou isto até mesmo a ele o havanês do pobre.

Porém, embora é a irmã do havanês, o milonga tem uma relação maior com a música afro-americano. É estruturado em bússola binária de 2/4, enquanto seguindo um desígnio musical característico do livro de canção colonial. Adquiriu a denominação quando foi incluído nos repertórios dos estabelecimentos de dança ou "milongas", nome que você começou a dar a este gênero musical ao redor do ano 1870.

O milonga tiveram um branco que influencia no aparecimento do tango, mas parallelly evoluiu e também ficou como gênero independente. Há amável até mesmo de um híbrido isso sobreviveu com sorte variada - para tal um ponto que alguns especialistas consideram isto extinguiu - denominou milonga de tango e que foi usado quando os autores quiseram dar ao tango um ritmo forte e contínuo.

 

Na realidade, porque o milonga é caracterizado por seus sopros de bússolas e enérgico. A única menção de seu nome se lembra do poder daquele ritmo que, não obstante, para muitos autores tem como caráter específico a coisa cantável.
O milonga é apresentado em formas rítmicas e melódicas diversas, para o que pode ser sulista ou pampeana, Buenos Aires ou compadrita, corralera, canção grátis, nota de quarto ou candombeada, sempre mantendo sua especificidade. Nos versos viajou também diferente temático: burrera, lunfarda, evocativa, sentimental, altamente poético, capturando impressões pitorescas" e coloridas ou mostrando o lado social ou testemunhal."

 
O calçado

 

Um elemento fundamental dentro do tango-dança constitui isto o calçado, enquanto existindo uma variedade de amplísima de sapatos especialmente projetados e fabricou para o esplendor e conforto do milonguero, desde que eles permitem sustentar o pé adequadamente e eles ajudam manter uma postura correta além de seus valores estéticos.

No Buenos Aires uma grande quantidade de lojas de sapato é exclusivamente dedicada para levar a cabo calçado para dançar tango, enquanto podendo ser estes como muito sapatos como botas curtas. Os materiais favoritos são o tradicional como de couro, camurça, enverniza, embora eles também têm grande aceitação outro mais moderno como esses de réptil (víbora, lagarto) e no caso da mulher, o laminado, com brilhos ou com detalhes de strass. Como para cores, no tango prevalece o preto, mas de um mesmo modo há eles branco, marrom, verde, cinza e as violetas mais atraentes, vermelho, laranjas. Em troca os sapatos podem ser planos ou combinar em materiais e cores ou trançou o ser. Os sapatos de mulher têm tudo eles pulseira e esses de homem possuem cordas para uma fixação correta do pé que evita possíveis fugas ao dançar. As solas enlatam ser de couro que permite um deslize maior para o chão, de cromo ou borracha, elemento que torna possível uma fixação maior para a superfície em qual está dançando. Com respeito ao tacos, no caso dos homens, pode ser o bolo de taco que é o normal, o mais baixo, o taco francês que mede 4 cm ., e o taco inglês, também alto, mas isso deixa estreitamento para a base, enquanto facilitando o dançarino deste modo a realização das coreografias. Nos sapatos de mulher, o tacos apresentam grosores diferente (entre eles o pacificador de taco que ao começar amostra uma curva pequena) e alturas, oscilando, entre os 5,5 cm . e os 8,5 cm ., aproximadamente.

 

Como pode ser observado, no tango o calçado é de grande importância, não só para as vantagens que pode terminar provendo ao dançar, mas também para isso que esteticamente representa, desde além as qualidades que possuem para a dança, os passos dos dançarinos poderão representar fora em mais ou medida menor em função dos materiais e cores escolhidas os sapatos.

Viajoporargentina - Información turística sobre la República Argentina
© 2003- Prohibida su reproducción total o parcial. Derechos de Autor 527292 Ley 11723